Problemas em campismo que necessitem, ou não, de canalizadores  

 

Hi everyone!

Já aqui vos falei das atitudes básicas a ter para acamparem sem dificuldades. Agora chegou a vez de vos falar dos problemas que vos podem ocorrer nesta actividade, mesmo que estejam munidos de muita comida, bebida e de objectos essenciais à sobrevivência! E verdade seja dita que até eu já tive problemas num dos acampamentos que fiz: fiquei sem água nas minhas garrafas, fui tentar enchê-las numa casa de banho que havia perto, mas não é que os canos estavam todos entupidos? Só me apetecia chamar pelos canalizadores, tal era a sede que tinha! Por sorte, tudo se resolveu pelo melhor, pois uns vizinhos da tenda ao lado tinham garrafões a mais para me ceder!

Mas vejamos então os problemas que podem ocorrer durante um campismo:

Problema 1: A falta de água é o maior problema, principalmente em dias de muito calor. Quando a sede é muita, podemos esgotar o stock num instante. Por isso, garantam que as casas de banho do parque estão em condições, caso necessitem de encher garrafas. E, claro, certifiquem-se de que não vão precisar de chamar por canalizadores, como me apeteceu fazer daquela vez!

Problema 2: A falta de espaço na tenda é muito recorrente, pois temos a tendência de levar imensa tralha para o acampamento. A melhor opção passa então por fazer uma selecção do material, escolhendo somente o mais essencial.

Problema 3: Não conseguir fazer a higiene pessoal pode perfeitamente acontecer, se, por exemplo, as casas de banho dos parques não funcionarem. Mais uma vez, certifiquem-se de que escolhem um sítio com boas condições, porque os canalizadores tardam em aparecer!

Problema 4: Ficar sem comida é outra hipótese, ou porque se estragou, ou porque não é suficiente. Se realmente forem pessoas com muito apetite, acampem perto de restaurantes ou de cafés. Assim, nunca correm o risco de ficarem com fome!

Problema 5: As picadas de insectos são mais uma grande chatice que ocorre nos campismos. Quando acampei pela primeira vez, fiquei a dormir ao relente. É óbvio que, mal acordei, parecia que alguém me tinha andado a pintar a cara, os braços e as pernas com bolinhas vermelhas! Que aflição! Portanto, não sejam despassarados como eu e usem sempre os repelentes!

 

Os problemas nos campismos acontecem frequentemente, mesmo quando temos mil e um cuidados e milhares de precauções. Por isso, o melhor conselho que vos posso dar é tentarem ser bastante práticos e terem planos de recurso, caso alguma coisa corra mal. Por exemplo, se tiverem problemas com a água ou com a comida, é óbvio que não vão existir canalizadores ou distribuidores de pizza para vos socorrer, ao contrário das “soluções de desenrasque” que podem fazer milagres!

Abraços da vossa escuteira!

5 dicas para fazer campismo

 Hi everyone!

O campismo faz parte da minha vida desde que nasci. Durante a minha fase de escuteira, que durou cerca de 15 anos, aprendi imensas coisas sobre esta actividade, que ainda hoje me ajudam na minha vida diária. E, ao contrário do que dizem, acampar não é para todos, pois é necessário algum instinto de sobrevivência para suportar a privação de certas coisas, para além do conhecimento de certas noções importantes, que nos levam a tomar as decisões certas. Deste modo, se já estão a pensar em colocar a vossa tenda às costas, prestem atenção a estas ideias base que devem ser tidas em conta e que podem determinar o sucesso da vossa aventura.

Comprem uma tenda impermeável e resistente: Para além de vos abrigar, a tenda vai permitir o vosso resguardo durante a noite, logo, devem comprar uma que seja resistente às adversidades climatéricas e ao ruído.

Escolham um local consoante a vossa experiência de campismo: O local deve ser escolhido conforme a vossa experiência neste tipo de actividades, ou seja, se são novatos nestas andanças, convém escolherem um sítio perto de restaurantes, de casas de banho e de lugares onde possam, por exemplo, carregar os telemóveis. Pensem que a experiência vos pode correr mal e que devem ter um plano de recurso.

Não se esqueçam de levar certos artigos: Há coisas que temos mesmo que levar para o campismo, como sacos de plástico, repelentes, lanternas, papel higiénico, tripla, canivete, abre-latas, abre-caricas, isqueiro, comprimidos e uma caixa de primeiros socorros, para o caso de existir algum acidente, por mínimo de seja.

Tenham cuidado com o tipo de comida e de bebida que levam: A escolha da comida e da bebida é outro factor a ter em conta. Normalmente, os enlatados, as batatas fritas, as comidas simples (frango, croquetes, rissóis…) são as favoritas, assim como as garrafas de água e os refrigerantes. Mas tenham cuidado para não levarem alimentos que se estraguem ao sol ou que precisem de ser aquecidos. Para além disso, é aconselhável o uso de arcas frigoríficas para conservar as bebidas, caso acampem no Verão.

Sejam limpos e organizados: A realidade é que ter uma atitude cívica faz parte da boa prática desta actividade. Deixem o espaço limpo, usem os contentores e conservem a natureza. É um dever nosso preservar o património natural.

Bom, por agora, da minha parte está tudo! Resta-me apenas desejar-vos umas boas aventuras e esperar que se divirtam!

Abraços da vossa escuteira!